A Dança do Dragão: Bruce Lee e O Cha-Cha-Cha

Cena do filme ‘Fist of Fury’, de 1972 (“A Fúria do Dragão” em português).
Foto: Reprodução/Internet.

Em 1973 morria Bruce Lee aos 32 anos de idade, e no auge da sua carreira. O grande mestre e astro do Kung Fu não apenas inovou e divulgou a arte internacionalmente, o que acabaria por influenciar vários lutadores. Ele também revolucionou o cinema com cenas de luta de coreografias bastante sofisticadas. Bruce se tornou parte importante da cultura dos filmes de ação, e sua imagem sobrevive como parte da cultura pop.

Mas nem sempre como um lutador... Bruce também era um pé-de-valsa.

Bem, digamos, um pé-de-cha-cha!

Bruce e uma parceira de cha-cha-cha. Foto: Reprodução/Internet.
Algo ao mesmo tempo bem conhecido mas ainda bem curioso—e que faz muito sentido—,é o fato de Bruce ter sido um ser apaixonado pela dança, e ter vencido o campeonato de Cha-Cha-Cha de Hong Kong em 1958.

Bruce e uma parceira de cha-cha-cha. Foto: Reprodução/Internet.

Bruce e uma parceira de cha-cha-cha. Foto: Reprodução/Internet.

Segundo o site Listverse, Bruce começou a aprender a dançar o cha-cha-cha um ano após ele ter começado a aprender o Kung Fu. A princípio, a decisão pela dança era para impressionar as moças, mas logo tomou gosto pelo novo hobby. Bruce também sacou que a dança poderia ser útil para melhorar o seu jogo de pés, ou sua ginga, bem como o seu equilíbrio, e assim se concentrou também na dança além do Kung Fu. Dizem que quando ele retornava aos EUA, ele somente tinha 100 dólares no bolso, mas conseguiu ganhar uma grana no navio ensinando dança aos passageiros mais ricos.

Bruce e uma parceira de cha-cha-cha. Foto: Reprodução/Internet.

Bruce e uma parceira de cha-cha-cha. Foto: Reprodução/Internet.

O cha-cha-cha, estilo musical de origem cubana é considerado uma variação do Mambo, foi popularizado mundialmente nos anos 50. Atribui-se a criação do cha-cha-cha ao compositor e violinista Enrique Jorrín, e sua música “La Engañadora” (1951) é considerada o primeiro cha-cha-cha.

Não há muitos registros de vídeo das habilidades de Bruce Lee na pista de dança, mas aqui vai uma delas:




Robert Lee, irmão de Bruce, produziu o filme-documentário Bruce Lee, My Brother (“Bruce Lee, Meu Irmão”) lançado em 2010. O documentário mostra a trajetória de Bruce desde a dança até seu ingresso nas artes marciais. O filme dramatiza a vitória do lendário lutador no Campeonato de Cha-Cha-Cha de Hong Kong de 1958, e Robert Lee conta a estória daquela vitória:

Eu me lembro de quando eu e meu irmão participamos de uma competição de cha-cha. Foi muito divertido. O Bruce tinha algumas namoradas na época, e ele não queria irritar nenhuma delas escolhendo apenas uma para acompanhá-lo na competição. Mas ele estava determinado a participar porque ele adorava dançar cha-cha, então ele me pediu para ser o seu parceiro.

Bruce com seu irmão Robert em 1958. Reprodução/Internet.

Sim, Bruce dançou com seu irmão mais novo em meio aos vários casais, interessantemente já mostrando seu famoso não-convencionalismo. Veja abaixo a cena recriada no filme Bruce Lee, My Brother:




c&p

Fonte: Dangerous Minds; Dancing in Seattle; Wikipédia; Listverse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

('Trollagens' e comentários Desrespeitosos e Ofensivos não serão publicados):